terça-feira, 11 de novembro de 2014

Começa o 4º Festival de Cinema Judaico em Curitiba



Entre os dias 11 e 16 de novembro, a Comunidade Israelita do Paraná e a B'nai B'rith Paraná promovem o 4º Festival de Cinema Judaico de Curitiba, no Cineplex Batel, do Shopping Novo Batel. Serão oito sessões de filmes nacionais e internacionais, que têm como pano de fundo a cultura judaica.

Abaixo segue a programação completa, e uma atenção especial ao evento de fechamento, o relato de como o senhor Julio Gartner, hoje residente em São Paulo, conseguiu manter-se vivo durante o Holocausto. A sessão de Sobrevivi ao Holocausto contará com a presença de Gartner e do diretor do filme, o paulistano Marcio Pitliuk.

Programação: 

Dia 11/11(terça-feira)
20h30
Blumenthal
EUA, 2013, 96 min., ficção
Direção: Seth Fisher
Elenco: Seth Fisher, Brian Cox
Sinopse: Celebrado dramaturgo, Harold Blumenthal faleceu de uma parada cardíaca enquanto ria de sua própria piada. Agora, seu distante e ciumento irmão, Saul, deve enfrentar seus fantasmas pessoais. Enquanto isso, a esposa de Saul, Cheryl, e seu filho Ethan devem lidar com seus próprios obstáculos através de um conjunto de circunstâncias tão improváveis e irônicas que poderiam ter sido tiradas de uma das peças de Harold.
  
Dia 12/11, quarta-feira:
16h
Seleção de curtas da Sam Spiegel Film & Television School
Israel, 120 min.
Direção: Vários
Elenco: Vários
Tida como a melhor faculdade de cinema de Israel, a tradicional Sam Spiegel School fez uma seleção dos filmes produzidos por seus alunos e que foram melhor recebidos pelo público mundial. Conflitos familiares, tensões geográficas, inquietudes humanas, discussões sociais são alguns dos temas debatidos através da sensibilidade imagética desenvolvida pelos graduados da escola.
  
20h
Dançando em Jaffa
Israel/ EUA, 2013, 87 min, documentário
Direção: Hilla Medalia
Sinopse: Pierre Dulaine cumpre um sonho ao longo da vida e leva o seu programa de aulas de dança à sua cidade natal, Jaffa. Lá, ensina crianças israelenses, judeus e palestinos, a dançar juntos e a respeitar uns aos outros. O filme explora as complexas histórias de três crianças, que são forçadas a confrontar questões de identidade, segregação e preconceito racial, enquanto dançam com seu inimigo. Pierre transforma suas vidas ao longo de quatro meses, o que confirma a sua convicção de que a dança pode preencher o ódio e fornecer os primeiros passos para uma mudança real.
  
Dia 13/11, quinta-feira:
16h
Estamos Aqui, Danken Got
Brasil, 2012, 84 min., documentário
Direção: Cintia Chamecki e Andrea Lerner
Sinopse: "Estamos Aqui" conta, por meio de dezenas de entrevistas, a história da imigração judaica do leste europeu para o Brasil, especialmente para Curitiba. São testemunhos de imigrantes e de seus filhos, que abordam passagens entre 1889 a 1970. O filme trata da vida precedente na Europa, da vinda para a América, com seus mistérios e desafios, do encontro e da convivência com os brasileiros e outros imigrantes, da solidariedade e das diferenças, e dos pioneiros que acolheram os demais. Relata-se também como enfrentaram a Segunda Guerra Mundial, sem notícias da família e dos amigos que ficaram na Europa, além do luto pelos que foram dizimados e das comemorações pelo final da guerra.
  
20h
Brave Miss World
Estados Unidos, 2013, 92 min, documentário
Direção: Cecilia Peck
Sinopse: Em outubro de 1998, a então adolescente Linor Abigail foi brutalmente esfaqueada e estuprada enquanto trabalhava como modelo em Milão, na Itália. Semanas depois, ela seria coroada Miss Universo, a primeira israelense a receber tal título. Durante cinco anos, a diretora Cecilia Peck acompanhou Linor na missão de confrontar o seu passado e quebrar o silêncio e vergonha entre sobreviventes de abuso sexual como Linor. De Hollywood até um centro para vítimas de estupro em universidades americanas, passando por vítimas em cidades menores na África do Sul, Linor se tornou uma ativista global pelos direitos de vítimas de abuso sexual enquanto lidava com sua própria dor e com o medo de saber da possibilidade de seu estuprador ser solto pela justiça. Uma inspiradora história sobre um grave problema sofrido nos quatro cantos do mundo, contada sob a música do famosíssimo compositor Hans Zimmer.
  
Dia 14/11, sexta-feira:
16h
Acima e Além
EUA/Reino Unido/Israel, 2014, 87 min, documentário
Direção: Roberta Grossman
Sinopse: Em 1948, um grupo de pilotos da II Guerra Mundial voluntariou-se para lutar por Israel na Guerra da Independência. Como membros do “Machal” – voluntários do exterior – estes rapazes não apenas viraram o jogo, prevenindo a possível aniquilação de Israel no próprio momento de sua criação, mas também criaram a base para a criação da Força Aérea Israelense.
  
Dia 15/11, sábado:
21h
O Cardeal Judeu
França, 2012, 90 min, ficção
Direção: Ilan Duran Cohen
Elenco: Laurent Lucas, Aurelien Recoing, Audrey Dana
Sinopse: O filme conta a história de Jean-Marie Lustiger, filho de judeus poloneses, que manteve sua identidade judaica mesmo depois de se converter ao catolicismo e ingressar no sacerdócio. Chegou a ser nomeado Arcebispo de Paris e tornou-se confidente do Papa João Paulo II. Um drama verídico sobre a fé e a identidade.
  
Dia 16/11, domingo:
16h
Sobrevivi ao Holocausto
Brasil, 2014, 90 min, documentário
Direção: Caio Cobra e Marcio Pitliuk
Sinopse: Julio Gartner é testemunha ocular do Holocausto. Sua história pessoal, entre 1939 e 1945, confunde-se com o maior crime já cometido pela humanidade, o assassinato de seis milhões de judeus de forma planejada e industrial.
O documentário acompanha este sobrevivente, que mostra pessoalmente o que viveu antes, durante e depois da tragédia. Durante mais de três semanas, a equipe filmou os locais onde tudo aconteceu. 

Com a presença do diretor Marcio Pitliuk e do sobrevivente Julio Gartner.


Serviço:
4º Festival de Cinema Judaico de Curitiba
Cineplex Batel
Al. Dom Pedro II, 255 (Shopping Novo Batel)
Entrada: R$ 20 (meia a R$ 10)
Mais informações: (41) 3538-6272