segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Cartas de Amor a Toda Gente!



O livro de André J. Gomes, "Cartas de Amor a Toda Gente", me lembrou o texto de Marina Colasanti em "Eu sei, mas não devia", pelo poder de reflexão. Calma, não é um livro de auto-ajuda, mas de uma forma ou de outra, ajuda. No livro, André comenta sobre temas relevantes da nossa vida como amor, gentileza, insônia, máscaras sociais e até redes sociais de uma forma leve, mas pertinente. E se mostra um romântico confiante, que mesmo em tempos de guerra, ainda acredita no poder da gentileza e do amor sincero.

Com apenas 76 página e muito bem escrito, a obra pode ser lida em poucas horas, e encantar pelas histórias e frases soltas. Aliás, a minha predileta é: "Quem tem esperança não espera apenas, mas vai em busca", e claro, o meu toque de anotações a levou para a minha agenda.

O autor também é colunista da Revista Bula, por isso, "Cartas de Amor a Toda Gente" é uma coletânea de textos extraídos da publicação. O livro também é o primeiro da Editora Lumos, que é especializada em E-books, foi lançado em setembro deste ano e pode ser comprado pela loja da editora (clique aqui).

Vale muito a pena a leitura! E como o livro é pequeno pode ser levado na bolsa facilmente. Fazendo companhia no trajeto do ônibus, enquanto espera alguém no shopping ou no parque. Leia, e depois me conta o que achou!




"Tudo isso é para dizer a você que o mundo é um jardim de rodas gigantes, meu filho. Sabe aquela roda gigante do parquinho? Cada um de nós é uma delas. Somos todos rodas, rodinhas e rodonas pela vida, revezando instantes lá em cima e lá embaixo, embarcando nas outras pessoas, em seus grandes círculos iluminados e em movimento, subindo e descendo."