quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Indispensáveis - Graciliano Ramos!



Graciliano Ramos fez parte da publicação da Fnac "Indispensáveis - Literatura Brasileira", conheça mais sobre a vida e obra do autor abaixo, e saiba mais também sobre Machado de Assis e Clarice Lispector.


A vida no sertão é o tema principal da obra de Graciliano Ramos. Vidas Secas e São Bernardo espelham bem este aspecto, embora em um viés diferente: a família pobre e necessitada de Fabiano precisa lutar pela sobrevivência, ao contrário de Paulo Honório, latifundiário rude e grosseiro, favorecido nesse ambiente árido e hostil.

Os dois livros representam bem o que o autor vivia e sentia em seu próprio mundo. Nascido em Quebrangulo, no interior de Alagoas, o autor sabia do que estava falando.

Primogênito de uma família de dezesseis filhos, Ramos enfrentou a seca, a fome e as constantes surras que seu pai lhe aplicava, experimentando desde cedo uma face sombria da vida. As privações e surras fizeram-no acreditar que as relações humanas se moviam pela violência, aspecto apontado em todos os seus livros, que abordam desde a sofrida migração de uma família sertaneja , passando pela rudeza de um homem acostumado a ser obedecido a qualquer custo - Paulo Honório - e um assassinato cometido por motivos torpes, em Angústia.

Sua simpatia pelos mais humildes logo o fez entrar para o Partido Comunista Brasileiro, o que lhe rendeu uma demissão, perseguições políticas e até mesmo uma temporada na prisão, onde ele escreveu o relato autobiográfico Memórias do Cárceres. Mas Ramos não desistia e, após sua libertação conseguiu o cargo de prefeito em Palmeiras dos Índios, Alagoas, que exerceu por dois anos, enquanto continuava escrevendo.