sábado, 19 de outubro de 2013

O centenário de Vinícius de Morais



Hoje, Vinícius de Moraes completaria 100 anos. O carioca foi diplomata, dramaturgo, jornalista, poeta e compositor. Ficou conhecido como boêmio, fumante e apreciador de uísque.

Moraes é lembrado pela sua vasta obra que abrange literatura, teatro, cinema e música, e ainda por suas grandes parcerias com Tom Jobim, Toquinho, Chico Buarque e muitos outros.

Este post seria enorme para contar toda a sua história, e a minha admiração pela sua obra mas, nada melhor do que ouvir e ler Vinícius de Moraes!


Soneto da Fidelidade
De tudo, ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento. 

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento.

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa dizer do meu amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.