segunda-feira, 1 de julho de 2013

A revolta das ruas, traduzida na literatura



A insatisfação brasileira que foi demonstrada nas ruas deu origem a um outro tipo de protesto: o literário. Inspirados pelo sentimento de mudança, vários escritores se reuniram na criação de Vinagre - Uma Antologia de Poemas Neobarracos.

Disponíveis apenas na versão on-line, o volume 1 e o volume 2 têm cerca de 90 páginas cada. Reúnem poemas, haicais e ilustrações de diferentes autores de todo o país. O projeto foi iniciado pelo poeta Fabiano Calixto, autor de livros como A Canção do Vendedor de Pipocas.

Segue abaixo um dos poemas. E acompanhe os outros na versão digital. 



SOMOS    

Somos todos juntos 

Em plena separação ímpar:
A casa ao lado é a antessala do meu ouvido. 
Na seca e no abismo 
Na chuva e no cinismo 
Somos ainda uma tonelada de saudades 
E desejos incontidos. 
Estamos perto e longe, 
Amaldiçoamos os ângulos, 
Comemos as possibilidades, 
Invertemos as formas. 
A ferida mais profunda, 
É um  balé de etnia 
Onde fervem e se misturam 
Nossos antepassados.. 
Somos juntos, separados 
Somos tanto, 
Que EU, TU, ELE, NÓS, VÓS, ELES
SOMOS – SOMOS, 
PALAVRA COMPOSTA 
A alma decomposta... 
Destino de palíndromo.      

Alexandre Lettner dos Santos 

Fonte de informação: Gazeta do Povo