domingo, 12 de maio de 2013

No Escurinho do Cinema!




Essa semana visitei o Museu do Holocausto de Curitiba e, como gosto bastante de cinema logo venho a minha mente produções que me marcaram. A indústria cinematográfica consegue retratar bem o horror do holocausto. Filmes como A Lista de Schindler, O Pianista e A Vida é Bela, são bons exemplos.

O cinema já fez de um tudo nesse tema. Desde dramas contundentes a romances água com açúcar. Teve também Quentin Tarantino e seus Bastardos Inglórios matando Hitler no final do filme. Gosto de O Menino do Pijama Listrado e A Chave de Sarah. Mesmo não sendo tão reais, conseguiram me emocionar.

Também com este tema tão pesado, emoção é algo que vem com as primeiras historias. Mais de 6 milhões de judeus foram brutalmente assassinados pelo regime nazista. A vergonha de uma nação apresentada por vários olhares em diversos longas que o cinema nos apresentou. O mais famoso dos que já assisti é A Lista de Schindler de Steven Spielberg. Esse talvez seja o filme mais importante do diretor. Relato comovente da sombria solução final na perseguição aos judeus na Alemanha nazista. Adaptado do romance de Thomas Keneally.