quinta-feira, 23 de maio de 2013

Amanhã tem show do saxofonista Fábio Deiverson



Pra quem quer curtir um boa música, amanhã (24) tem show do saxofonista Fábio Deiverson  e grupo, no Teatro Paiol. O curitibano se apresenta ao lado dos músicos Paulinho Sabbag (piano), Emmanuel Bach (guitarra), Fernando Riavebem (bateria) e Flávio Lira (baixo). O evento começa às 20h.

Fábio é tenente da polícia militar há 15 anos e tem o jazz como um hobby. Começou a escutar o estilo musical dentro de casa, com os pais. Iniciou as aulas de piano aos nove anos, e o saxofone aos quatorze.“Enquanto estou em alguma missão da polícia, fico improvisando notas rápidas com os dedos”, o musico explica que essa é a melhor forma de se acalmar.

Foi em viagem à New York que teve a maior vivência do que realmente é o Jazz. “Eram bares em todas as esquinas, alguns deles, só era preciso entrar com seu instrumento, e se soubesse a música , subia no palco e tocava junto”.

Fábio comenta que a situação do Jazz em Curitiba, está ainda melhor que em São Paulo e Rio de Janeiro, graças a Orquestra Sinfônica do Paraná, e também em razão de casas que abrem espaço para este tipo de musica. "Improvisação é o prato principal, por isso faz o jazz tão divertido! Cada um se expressa da maneira que sente e quer”.

O artista complementa explicando que não é apenas o talento natural que conta, há muitas faculdades que realizam um bom trabalho e formam ótimos músicos. "Mas ainda é necessário um ouvido muito aguçado, pois o jazz é uma música sensorial, não é apenas um estilo musical e sim uma filosofia. Se as escolas de ensino fundamental levassem a música mais a sério, o Brasil teria muito mais músicos de referência. Já que aqui a variedade cultural e musical é imensamente grande".