segunda-feira, 15 de abril de 2013

Olhar Brasileiro em Terras Portuguesas



Na próxima quinta-feira (18) às 19h, tem abertura da exposição Olhar Brasileiro em Terras Portuguesas, da mostra do Ciclo da Fotografia. Com os fotógrafos Flávio Damm, Nilo Biazzetto Neto, Orlando Azevedo e Pedro Vieira, com curadoria da artista visual e pesquisadora Milena Costa. O evento acontece no Museu de Fotografia de Curitiba.

A exposição reúne quatro gerações de fotógrafos brasileiros que se relacionam, por meio de suas câmeras, com Portugal. Além de reunir olhares variados sobre a construção da imagem fotográfica e da cultura portuguesa, os fotógrafos participantes contribuem com suas interpretações de momentos distintos da história do país.

Flávio Damm e Orlando Azevedo visitaram as terras portuguesas em diversos pontos de suas vidas. As imagens de Damm são resultado de um olhar atento, interessado na diversidade dos acontecimentos ao seu redor, e no encontro com o instante único do cotidiano.
Foto: Orlando Azevedo


Orlando Azevedo compartilha com o público imagens inéditas de um vasto acervo. Ele propõe uma reflexão e revisão sobre as relações entre tradição e contemporaneidade por meio de imagens realizadas desde a década de 1980 até o início de 2013. Os sujeitos, a religiosidade e a transmissão de práticas e valores, encontram-se nos seus enquadramentos. Nestes trabalhos, há contemporaneidade e tradição juntos.


Nilo Biazzetto Neto e Pedro Vieira produziram suas imagens durante visitas únicas ao país, ambas durante a “crise” europeia. Biazzeto realizou imagens que falam das ruas de Lisboa, dos moradores da cidade e dos vestígios deixados: reflexos de suas passagens, palavras escritas nas paredes dos edifícios, assim como suas roupas secando ao sol. Dessa maneira ele explora os conceitos de vestígio e passagem. Suas fotografias possuem não apenas a relação com o tempo, mas também a materialidade da sua passagem.

Pedro Vieira chegou em Portugal no final de 2012, naquele contexto o fotógrafo realizou uma série de imagens de janelas, escadas e túneis. Espaços construídos para a passagem – da luz, de pessoas e objetos. Mostrando que o artista não possui um olhar pessimista, deixa aberta a possibilidade de transformação por meio das frestas e da passagem de um vulto. Seus trabalhos exploram a relações entre núcleo x periferia; crise x estabilidade; colonizador x colonizado.  


SERVIÇO
 
O quê? Abertura da Exposição
Olhar Brasileiro em Terras Portuguesas
Quando? Quinta-feira (18)
Onde?
Museu de Fotografia de Curitiba - Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 533, Solar do Barão - Centro
Horário? 19h
Quanto? Gratuito


Foto: Flávio Damm
Foto: Nilo Biazzeto
Foto: Pedro Vieira