sexta-feira, 8 de março de 2013

As mulheres da vida real e da literatura



08 de março, dia internacional da mulher. Então, antes de tudo o Estranho ao Meu Modo parabeniza todas as leitoras, e também os leitores que têm o privilégio de ter a companhia feminina.

Há mulheres de todas as personalidades, formas e jeitos. E não é só no nosso dia-a-dia não, no mundo literário é do mesmo jeito. Às vezes com mais fantasia, mas sempre com o encanto de ser mulher.

Por isso, o blog separou uma lista com algumas personagens da literatura, com todas as sua características próprias. E você se parece com qual delas?

Mercedes - Divã (Martha Medeiros)
Uma mulher madura, que chega aos 40 e começa a se questionar sobre os motivos de estar casada e precisar seguir os padrões da sociedade. O humor e a ironia são sempre suas companheiras, até com seu analista Doutor Lopes.
De uma forma leve e despudorada, Mercedes fala sobre amor, sexo e vida.

Lavínia tem dupla personalidades. Há a Lavínia louca e a dócil. A louca ama incansavelmente e com intensidade incomparável. A dócil tem pudor que começa pela roupa, e termina em suas atitudes. Uma vida entre fotografia, amor e loucura.

Macabéa - A hora da estrela (Clarice Lispector)
Uma sonhadora que só sabe obedecer e aceitar, nunca questiona ou discuti. Solitária, na verdade, sua única companhia é um rádio emprestado. Mas mesmo assim, a personagem continua esperançosa até o fim.

Capitu - Dom Casmurro (Machado de Assis)
A mulher dos olhos de cigana oblíqua e dissimulada, com ideias fortes e decididas. Inteligente e com personalidade, capaz de apaixonar e talvez até iludir os homens. Bonita e encantadora.

Elizabeth - Orgulho e Preconceito (Jane Austen)
Decidida e inteligente. Lizzy tem belos olhos, não se abala fácil e tem argumentos para defender suas ideias até o final. Amável com seus parentes, e com quem mereça. Orgulhosa sempre que preciso.